SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número57Enraizamento sociotécnico da agricultura orgânica em circuitos de proximidades índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


Polis (Santiago)

versão On-line ISSN 0718-6568

Resumo

PAREDES P., Juan Pablo  e  ARAYA GUZMAN, Camila. Educação chilena, não está à venda? Mobilização estudantil e configuração do problema público universitário. Polis [online]. 2020, vol.19, n.57, pp.331-359. ISSN 0718-6568.  http://dx.doi.org/10.32735/s0718-6568/2020-n57-1573.

O propósito do artigo é descrever e compreender o processo de configuração do problema público da educação superior chilena, a partir da mobilização estudantil em defesa da educação pública, até a conformação de uma resposta política institucional limitada à ideia de gratuidade (2011-2017). Através de uma pesquisa qualitativa que conjuga diferentes procedimentos de produção de informação, e aplicando a perspectiva da sociologia dos problemas públicos, propomos como achado mais significativo a conformação de dois momentos no processo, que definem duas arenas e problemáticas diferenciadas. O momento da manifestação pública (2011-2013) associada à demanda pelo direito à educação pública gratuita, e o momento da arena técnico-institucional da gratuidade (2014-2017). Concluímos reconhecendo algum escopo sociopolítico do processo, principalmente para a mobilização estudantil e sua causa pública, a partir da comparação entre os dois momentos.

Palavras-chave : Problema público; protestos estudantis; arenas públicas; reforma universitária; direitos educacionais.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )