SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue43Audiovisual Heritage: A Learning Experience for Local Projects in ChileThe ABET accreditation in engineering: problem or opportunity? author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Revista de estudios y experiencias en educación

On-line version ISSN 0718-5162

Abstract

FELICIANO PIRES, Deborah; DE FARIA SILVA, Juliana Rocha  and  DE OLIVEIRA BARBOSA, Mayara Lustosa. Rotação por estações no ensino de embriologia: uma proposta combinando modelos tridimensionais e o ensino híbrido. Rev. estud. exp. educ. [online]. 2021, vol.20, n.43, pp.415-436. ISSN 0718-5162.  http://dx.doi.org/10.21703/rexe.20212043feliciano22.

O conteúdo de embriologia do ensino básico possui uma abordagem com muitas nomenclaturas desconhecidas, formas complexas e ricas em detalhes. O uso de modelos tridimensionais (3D) pode facilitar o ensino do conteúdo, pois permite manuseio e visualização macroscópica das estruturas formadas no desenvolvimento embrionário. Esta pesquisa objetivou desenvolver e avaliar modelos 3D para ensino de embriologia, utilizando como metodologia de aplicação o modelo de “Rotação por Estações” (RpE), do Ensino Híbrido. Para tanto, inicialmente os estudantes responderam a um pré-teste para verificar os conhecimentos prévios. Posteriormente foi utilizada uma turma controle (TC) com aula convencional, e uma turma experimental (TE), na qual houve a aplicação dos modelos no formato RpE. Na TE 3 grupos deveriam passar por 3 estações com atividades a serem desenvolvidas utilizando os modelos 3D. Na aula seguinte as turmas realizaram um pós-teste. Um questionário de opinião e conhecimento também foi aplicado 5 meses após a metodologia. Ao avaliar os pré-testes, foi identificado que a TC possuía maior conhecimento que a TE (p<0,05). Ao comparar somente os pós-testes, não houve diferença significativa. Entretanto, ao comparar pré e pós-teste, separadamente, observamos diferença significativa entre os testes da TE (p<0,05), mas não para os da TC, demonstrando que houve maior rendimento para a TE. No último questionário também se verificou a aprovação com relação à metodologia, bem como maior retenção mnemônica por parte dos estudantes da TE. Pelos resultados é possível inferir que a aula com o uso dos modelos 3D foi didática, motivadora e melhorou a performance dos estudantes.

Keywords : Ensino de Embriologia; rotação por estações; ensino híbrido.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )