SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27ENFERMERAS/OS PARA LA ATENCIÓN EN PRE-PARTO, TRABAJO DE PARTO Y POSPARTO: REVISIÓN INTEGRATIVAEXPERIENCIAS Y SENTIMIENTOS DE LAS ENFERMERAS QUE TRABAJAN EN ONCOLOGÍA: UNA REVISIÓN INTEGRADORA índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • En proceso de indezaciónCitado por Google
  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO
  • En proceso de indezaciónSimilares en Google

Compartir


Ciencia y enfermería

versión On-line ISSN 0717-9553

Resumen

HERNANDEZ-CORONA, Diana Mercedes et al. HÁBITOS ALIMENTARES ASSOCIADOS AO SOBREPESO E OBESIDADE EM ADULTOS MEXICANOS: UMA REVISÃO INTEGRATIVA. Cienc. enferm. [online]. 2021, vol.27, 7.  Epub 12-Jun-2021. ISSN 0717-9553.  http://dx.doi.org/10.29393/ce27-7hadh60007.

Objetivo: Descrever os resultados publicados sobre hábitos alimentares e sua relação com sobrepeso e obesidade em adultos mexicanos. Material e Método: Revisão integrativa baseada em 5 etapas sugeridas por Crossetti, utilizando as palavras-chave "hábitos alimentares", "sobrepeso", "obesidade" e "adultos mexicanos", com operadores booleanos "AND" e "OR", a busca foi realizada em Scielo, PubMed, Conricyt, Scopus e WOS, entre os anos de 2005 e 2020, publicações em espanhol e inglês. Resultados: Foram identificados 64 artigos, destes, 52 foram descartados, restando 12, de acordo com os critérios de inclusão; os artigos foram amplamente analisados, identificando 4 categorias: 1) Área de habitação; 2) Estrato socioeconómico; 3) Gênero e, 4) Cultura; cada um deles com subcategorias. Conclusões: As áreas rurais relatam maior consumo de frutas, hortaliças, cereais, vitaminas e menor consumo calórico; nas áreas urbanas, o consumo maior é de gordura, alimentos processados, açúcares refinados e menor consumo de vegetais, frutas e cereais. Um estrato socioeconómico mais elevado está associado a uma dieta menos calórica e alimentos mais naturais. Os homens consomem mais carne, gordura e álcool, as mulheres consomem mais carboidratos e açúcares refinados. Em questões culturais, relatam distrações na hora das refeições, como uso do celular, baixo consumo de água e alto consumo de refrigerantes (70%), referem-se a barreiras para uma alimentação saudável, como trabalho remunerado e doméstico, alimentação rápida, sem considerar a qualidade dos alimentos consumidos. Os resultados sugerem considerar fatores socioeconómicos e culturais nas ações preventivas que os profissionais de enfermagem realizam na prática clínica e comunitária.

Palabras clave : Hábitos alimentares; Sobrepeso; Obesidade; Adultos mexicanos.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · Español ( pdf )