SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 número30Síndrome de Burnout entre hombres y mujeres medido por el clima y la satisfacción laboralLa proyección urbana de un creador: Víctor Jara y la canción "Las casitas del barrio alto" índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Polis (Santiago)

versión On-line ISSN 0718-6568

Resumen

REDON PANTOJA, Silvia. Escola e Identidade: Um desafio para o ensino da coesão social. Polis [online]. 2011, vol.10, n.30, pp. 447-476. ISSN 0718-6568.  http://dx.doi.org/10.4067/S0718-65682011000300021.

A pesquisa mostrada, realizada no Chile, está ligada à experiência de cidadania em crianças no ambiente escolar, através da definição de "comuns" como uma plataforma para a coesão social. O desenho metodológico corresponde a estudos de casos múltiplos, o que corresponde a oito escolas de ensino fundamental. A análise dos registros de observação, entrevistas e documentos, nos permitiu construir três grandes categorias: A categoria chamada de "alteridade", com as subcategorias de submissão / dominação, discriminação de gênero e estética. A segunda categoria grande chamado "comum" linhas discursivas ligadas a um sentimento de pertença, participação, democracia, sociabilidade e controle regulamentar. E, finalmente, "Identidade", ligada ao status social e autonomia versus dependência. Os estudantes configuram diferentes identidades de prestígio social conforme classe, que segue um conjunto de pressupostos normativos configurado pelo adulto, como uma forma de controle para a manutenção da ordem a partir do "poder oficial" na escola e que impacta no horizonte ético e político ideológico das representações simbólicas das crianças na ausência de experiência de cidadania na escola primária.

Palabras llave : alteridade; o comum; identidade; coesão social.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Español     · pdf en Español