SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número1ACOMPAÑAMIENTO FAMILIAR EN LA HOSPITALIZACIÓN DEL USUARIO PEDIÁTRICO DE 6 A 12 AÑOSCOMPETENCIAS GENÉRICAS EN ENFERMERAS/OS TITULADAS/OS DE LA UNIVERSIDAD ARTURO PRAT, SEDE VICTORIA, 2010 índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Ciencia y enfermería

versión On-line ISSN 0717-9553

Resumen

MAGALHAES MONTEIRO, Flávia Paula et al. CARACTERIZAÇÃO ALIMENTAR DE CRIANÇAS COM CARDIOPATIAS CONGÊNITAS. Cienc. enferm. [online]. 2012, vol.18, n.1, pp. 77-88. ISSN 0717-9553.  http://dx.doi.org/10.4067/S0717-95532012000100008.

Caracterizar dados sociodemográficos e história alimentar das crianças portadoras de cardiopatias congênitas com até 24 meses de vida. Estudo transversal e observacional desenvolvido em duas instituições de saúde: ambulatorial e hospitalar. Coleta de dados em janeiro a junho de 2009, utilizando formulário contendo dados sociodemográficos, dados relativos à situação de saúde-doença e dados da história alimentar das crianças. Respeitaram-se os aspectos éticos. Avaliaram-se 132 crianças predominantemente de Fortaleza-CE, sexo masculino, mediana até 8,5 meses de vida. A história alimentar evidenciou uso de leite industrializado e complementos alimentares (49,6%), leite materno (11,9%) e leite materno com leite industrializado (7,7%). Problemas durante alimentação: náuseas, vômitos, refuxo gastroesofágico, tosse, dispnéia e cianose. Segundo as mães, as crianças apresentavam apetite preservado (74,2%) e sem dificuldades de mastigação, sucção e deglutição (93,8%). Para minimizar o problema da desnutrição dessas crianças, os enfermeiros podem atuar de forma decisiva mediante o  ajuste de medidas alimentares da criança consoante adequação do hábito alimentar.

Palabras llave : Criança; cardiopatias congênitas; comportamento alimentar; enfermagem.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Portugués     · pdf en Portugués