SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 número3EVALUACIÓN DE UN CENTRO DE ATENCIÓN PSICOSOCIAL BRASILEÑOPROTECTORES DE ESTRÉS LABORAL: PERCEPCIÓN DEL PERSONAL DE ENFERMERÍA Y MÉDICOS, TEMUCO, CHILE índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Ciencia y enfermería

versión On-line ISSN 0717-9553

Resumen

BOTTOLI, Claudiane; MORAES, Mª Antonieta  y  GOLDMEIER, Silvia. FATORES DE RISCO CARDIOVASCULARES EM TRABALHADORES DE ENFERMAGEM EM UM CENTRO DE REFERÊNCIA NO SUL DO BRASIL. Cienc. enferm. [online]. 2009, vol.15, n.3, pp. 101-109. ISSN 0717-9553.  http://dx.doi.org/10.4067/S0717-95532009000300011.

Introdução: Atualmente as doenças cardiovasculares, em especial, a doença arterial coronariana (DAC) representa 35% das causas de morte das doenças vasculares. Objetivos: Identificar os fatores de risco (FR) modificáveis para doença arterial coronariana em trabalhadores de enfermagem que atuam em Pronto Socorro, Centro Obstétrico, Centro Cirúrgico e Unidades de Terapia Intensiva (Pediátrica, Adulta, Neonatal); correlacionar os resultados entre as categorias de enfermagem, turnos e setores de trabalho. Métodos: Estudo transversal contemporâneo. Foi aplicado um questionário com finalidade de rastrear fatores de risco, pressão arterial (PA), dados antropométricos, glicemia de jejum, colesterol total- Hdl e Ldl, triglicerídeos e aplicação do inventário de sintomas de estresse de adultos de LIPP ( ISSL). Resultados: Foram incluídos 80 participantes do estudo, 86% eram mulheres com idade média de 37,7 ± 8,2 anos, 26% eram enfermeiros, 56% eram técnicos de enfermagem e 17% eram auxiliares de enfermagem. O setor da UTI prevaleceu em número de trabalhadores (45%) e o diurno foi o turno predominante (41,2 %). Os FR mais relevantes foram história familiar (86,3%) em 1º grau de parentesco, o sedentarismo (55%), colesterol total alto (6,3%) e limítrofe (26,3%),estresse (53,8%) e o sobrepeso (56,3%). Conclusão: Nosso estudo mostrou que esta população possui risco aumentado para DCV. O acompanhamento desta amostra poderá nos trazer resultados surpreendentes por tratar-se de uma população jovem com prevalência de resultados limítrofes. Programas deverão ser adotados para auxiliar a promoção à saúde e a mudança do estilo de vida iniciando precocemente, na infância.

Palabras llave : Doença arterial coronariana; fatores de risco; trabalhadores de enfermagem.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Portugués     · pdf en Portugués