SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.71 número5Uma estrategia simples que aumenta os conhecimentos das mães em aleitamento materno e melhora as taxas de amamentação índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Revista chilena de pediatría

versión impresa ISSN 0370-4106

Resumen

GRIPP BICALHO MARIOTONI, Gladys  y  DE AZEVEDO BARROS FILHO, Antônio. A gravidez na adolescência é fator de risco para o baixo peso ao nascer? (Brasil). Rev. chil. pediatr. [online]. 2000, vol.71, n.5, pp.453-460. ISSN 0370-4106.  http://dx.doi.org/10.4067/S0370-41062000000500016.

Objetivo: O objetivo deste trabalho foi estudar a gestação na adolescência como possível fator de risco para o baixo peso ao nascer. Métodos: Foi realizado um estudo caso-controle. Foram entrevistadas e comparadas 354 mães de recém-nascidos de peso ao nascer inferior à 2.500 g e outras 354 que tiveram filhos de 3.000 g ou mais, cujos partos aconteceram na Maternidade de Campinas. As informações incluíram além da idade materna, outras variáveis tidas como de risco para o baixo peso ao nascer. Foi usada Análise de Regressão Logística Múltipla para controlar possíveis influências dessas variáveis. Resultados: As adolescentes representaram 22,9% das mães dos recém-nascidos de baixo peso. Não se observou risco aumentado para o baixo peso ao nascer entre essas mães (OR = 0,72; 95% IC = 0,45-1,14; p = 0,16) quando comparadas com aquelas de idade variando de 20 a 34 anos (resultado ajustado para renda, estado civil, escolaridade, cor, antecedentes gestacionais, assistência no período pré-natal, exposição ao fumo e cafeína, hipertensão arterial, peso prévio à gestação e o trabalho fora de casa). Ao se realizarem análises complementares, observou-se que a gravidez na adolescência se apresentou como possível fator de proteção contra o retardo de crescimento intrauterino (OR = 0,24; 95% IC = 0,10-0,56; p = 0,001). Conclusão: Neste estudo, a gravidez na adolêscencia não representou maior risco para a ocorrência de baixo peso ao nascer na população estudada, quando a influência de outros fatores psicossociais desfavoráveis, antecedentes gestacionais de risco, exposição ao fumo e cuidados inadequados de pré-natal foi afastada

Palabras clave : gestação na adolescência; baixo peso ao nascer.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons