SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 número130La producción social del espacio público en manifestaciones conmemorativas, Santiago de Chile, 1990-2010Regulación y mercado de suelo en España. Presupuestos para el debate índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Em processo de indexaçãoCitado por Google
  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO
  • Em processo de indexaçãoSimilares em Google

Compartilhar


EURE (Santiago)

versão impressa ISSN 0250-7161

Resumo

MONTENEGRO, Marina  e  CONTEL, Fabio. Financeirização do território e novos nexos entre pobreza e consumo na metrópole de São Paulo. EURE (Santiago) [online]. 2017, vol.43, n.130, pp.115-139. ISSN 0250-7161.  http://dx.doi.org/10.4067/s0250-71612017000300115.

A financeirização tornou-se um dos componentes mais dinâmicos do capitalismo contemporâneo, implicando transformações expressivas na circulação global da riqueza, mas também na organização dos territórios nacionais e na vida cotidiana das populações urbanas. Os novos nexos financeiros existentes entre a urbanização brasileira e a vida dos agentes econômicos atingem parcelas cada vez maiores da população pobre, assim como áreas menos valorizadas e/ou periféricas dos tecidos urbanos. No Brasil, esta financeirização conforma uma situação paradoxal, na qual a expansão do consumo e da financeirização entre as camadas de baixa renda se combina à ampliação da pobreza. Através de uma ampla revisão bibliográfica, pesquisa documental e de campo, identificamos como se dão os dinamismos desta nova pobreza que se configura na metrópole de São Paulo, atentando especificamente às transformações das práticas de consumo entre a população de baixa renda assim como à nova topologia de grandes redes comerciais e de serviços.

Palavras-chave : pobreza; consumo; periferia urbana.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )