ISSN 0717-6252 versão online
ISSN 0716-2790 versão impressa

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

Alcance e política editorial

 

Desde sua fundação em 1945, as principais áreas de interesse da RMCh se constituem da cultura musical do Chile e da América Latina, considerando os aspectos musicais, assim como, o marco histórico e sócio-cultural, desde a perspectiva da musicologia e de outras disciplinas relacionadas. Atualmente é publicada duas vezes por ano, durante os meses de junho e dezembro.

Uma vez recebidos, os textos serão submetidos a consideração do Comitê Editorial da RMCh, quem resolverá de maneira inapelável sobre a publicação do trabalho mediante a comunicação ao interessado. Para este propósito, o Comitê poderá solicitar informes aos avaliadores externos. Desde a recepção do texto, até o processo completo da revisão pelo comitê editorial e a correspondente comunicação ao interessado, transcorre num período de aproximadamente seis meses, más também em alguns casos, pode ser de maior duração. A publicação do artigo pode demorar seis meses ou mais, de acordo com as prioridades editoriais da RMCh.

 

Forma e preparação de manuscritos

 
1.
De preferência a RMCh publica artigos em espanhol. Além do texto, os trabalhos propostos devem vir acompanhados de um resumo de meia página em espaço duplo, em espanhol e inglês, e uma breve nota biográfica sobre o autor. A extensão do trabalho não deve ultrapassar de 25 a 30 páginas a espaço duplo, no caso de trabalhos de investigação e de 15 páginas a espaço duplo no caso de documentos.
 
2.
Os juízos e pontos de vista apresentados nos trabalhos e resenhas que sejam publicadas são de responsabilidade exclusiva dos autores. A direção da RMCh não se responsabilizará em algum caso de reclamação por reprodução não autorizada.
 
3.
Os textos devem estar em duas cópias a espaço duplo e acompanhada por um CD no programa compativel com Microsoft Word ou no formato RTF. O sobrenome do autor deve aparecer junto do número de página no extremo superior de cada página do texto. Tantos os exemplos musicais, como as tabelas, mapas, fotos ou outro material similar, deverão ser copiados em folhas separadas com numeração correlativa, devendo indicar a indicação exata que corresponda ao texto do trabalho. Para cada exemplo musical, deve ser indicado também o título da obra (em cursiva) seguido de vírgula, do número opus (se procede) seguido de vírgula e do número de compasso ou compasses correspondente ao extrato. Como segue a ilustração.
 
 
Bolero, op. 81,cc.1-12
4.
As referências bibliográficas deverão seguir na lista final do trabalho. Os livros, artigos e monografias musicológicas deverão ser ordenadas alfabeticamente seguindo o sobrenome do autor. Dois ou mais itens bibliográficos escritos pelo mesmo autor deverão ser ordenados cronologicamente de acordo com a data da publicação. A ortografia dos títulos deverão seguir as regras do idioma correspondente. O nome do autor, título do livro, cidade, editora e ano de publicação deverão seguir os seguintes exemplos:
Salgado, Susana
1980
Breve historia de la musica culta en el Uruguay. Montevideo: Monteverde y Cía.
 
No caso de que um livro seja parte de uma série, a entrada deverá seguir este exemplo.
 
 
Correa de Azevedo, Luis Heitor
 
1956
150 Anos de Música no Brasil (1800-1950) [Coleção Documentos Brasileiros, dirigida por Octavio Tarquinio de Souza]. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio.
 
No caso de ser um artigo de um livro, dicionário ou enciclopédia, a entrada deve seguir a seguinte forma.
 
 
Béhague, Gerard
 
1980
“Tango”, The New Grove Dictionary of Music and Musicians. Editado por Stanley Sadie. Tomo XVIII. Londres: Macmillan, pp. 563-565.
 
No caso en que seja uma publicação seja de dois ou mais autores a entrada deverá seguir a seguinte forma.
 
 
Claro Valdés, Samuel y Jorge Urrutia Blondel
 
1973
Historia de la música en Chile. Santiago: Editorial Orbe
 
No caso de artigos publicados em revistas, a entrada deverá seguir a seguinte forma.
 
 
Reis Pequeno, Mercedes
 
1988
“Brazilian Music Publishers”, Inter-American Music Review, IX/2 (primavera-verano), pp. 91-104.
 
5.
No caso de que um trabalho faça referência a fontes manuscritas, estas deverão ser agrupadas separadamente na forma cronológica em outra lista. O mesmo deverá ser feito com os diários, os quais deverão estar em ordem alfabética de acordo com a primeira palavra do título, seja este um substantivo ou artigo, e com a indicação do ano ou dos anos em que foram publicados os números que são indicados no texto ou nas notas do trabalho.
 
6.
As referências bibliográficas podem ser apresentadas entre parêntesis no texto do trabalho ou em nota de pé de página. Em ambos casos deve ser indicados o sobrenome do autor acompanhado do ano de publicação e as páginas a que se referem. Como exemplo:
 
 
Hirsch 1988: 49-50.
 
 
As referências a artigos que aparecem em jornais devem incluir, além do título do artigo, o nome do jornal, o volume, número, data completa, página e coluna, v.gr.
 
 
Marie Escudier, “Concert Guzman”, La France Musicale, XXXII/9 (1 de marzo, 1868), pp. 65, c.2.
 
 
No caso de que o artigo não apresente assinatura, ou não tenha um título, a referência deverá anotar igualmente os restantes símbolos indicados, v.gr.
 
 
Jornal do Commercio, LX/336 (3 de diciembre, 1881), p. 1, c.6.
 
 
No caso de haver referência duas ou mais vezes seguidas de uma mesma publicação, deverá ser indicada cada vez a referência bibliográfica da maneira indicada, para evitar utilizar as abreviaturas op.cit., loc.cit, ibid o idem.
 
 
No caso de haver algum agradecimento a pessoa ou instuição, estas deverão aparecer na primeira nota de pé de página, imediatamente após o título do artigo, más não como parte do título. No caso de ser utilizadas abreviaturas no texto do artigo ou nas referência bibliográficas, seu significado deverá ser indicado numa lista alfabética no final do texto.
 
7.
Para os artigos que sejam aceitados, a Redação da RMCh, reserva o direito de fazer os ajustes de estilo necessários. Isto inclui incurtar argumentos desnecessários. Uma vez publicados os trabalhos, seus autores receberão cada um três exemplares da RMCh.

Envio dos manuscritos

 

Os artigos que sejam apresentados para publicação, tanto como livros, revistas e fonogramas que forem enviados para ser resenhados, devem ser enviados ao endereço da RMCh, casilla 2.100, Santiago, Chile o por email lmerino@uchile.cl

 

[Sobre esta revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


Universidad de Chile
Facultad de Artes

Compañía #1264
Casilla 2100
Santiago - Chile
Tel.: (56-2) 2978 1337
Fax: (56-2) 2978 1327


lmerino@uchile.cl