ISSN 0717-9227 versão online
ISSN 0034-7388 versão impressa

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

Scope and policy

1.
Formato geral – Os trabalhos devem ser originais e inéditos, estar escritos em espanhol e se ajustar às normas de publicação da revista. Todo trabalho deverá cumprir as seguintes instruções, elaboradas considerando o estilo e a natureza da Revista e os “Requisitos Uniformes para os Manuscritos Submetidos a Revistas Biomédicas”, estabelecidos pelo International Committee of Medical Journal Editors, atualizados em outubro de 2001, disponíveis em sua versão em espanhol 2003 em: http://www.wame.org/urmreferenciasinter.pdf). Informação editorial adicional consta na página Web da World Association of Medical Editors, www.wame.org. Todo o material deve ser encaminhado ao Editor da Revista Chilena de Neuropsiquiatria, incluindo o material para suplementos.
2.
Arbitragem por especialistas pares – Os trabalhos que cumprirem com os requisitos formais serão submetidos à arbitragem de dois especialistas pares (peer review) que não são parte interessada do comitê editorial. As opiniões dos especialistas serão comunicadas ao editor associado ou ao editor e posteriormente serão informadas ao autor de forma anônima. Se a opinião dos árbitros a respeito da pertinência de publicar o trabalho em avaliação for díspar, aprovando um e rejeitando o outro, o comitê editorial tomará a decisão final nesse sentido. No caso de existirem sugestões dos especialistas sobre a necessidade de realizar algumas alterações na apresentação de um trabalho para sua publicação, o comitê editorial irá revisar as futuras versões para avaliar o cumprimento das alterações solicitadas. A revista se reserva o direito de realizar alterações de forma ao texto original. A relação de revisores árbitros consultados é publicada no último número da revista de cada ano.
3.
Modalidade de envio do material – Deverão ser remetidas três cópias idênticas do trabalho em sua versão definitiva de maneira impressa (incluindo três originais de tabelas e figuras), além de uma cópia eletrônica em disquete de 3,53 , ou via correio eletrônico, usando programa Microsoft Word, versão para PC. Solicita-se aos autores guardar cópia de seu trabalho. A forma impressa deverá apresentar o seguinte formato: papel branco, tamanho carta (21,5 x 27,5 cm), folhas numeradas no ângulo superior direito, começando pela página do título, sem logotipos, escrito apenas por um lado, margens de 3 cm em todas suas margens, espaço duplo, letra de 12 pontos Times New Roman e justificada à esquerda. A extensão do texto considera limites máximos conforme o tipo de trabalho: artigos de revisão até 15 páginas, trabalhos de pesquisa até 12 páginas, casos clínicos até 6 páginas (acrescentando até 2 Tabelas e 2 Figuras) e não mais de 20 referências. As cartas para o Editor não devem superar as 3 páginas, incluindo até 6 referências e 1 Tabela ou Figura.
4.
Página inicial – O título do trabalho deverá ser escrito em forma breve, porém informativa, em espanhol e inglês. Os autores deverão constar com seu nome, sobrenome, inicial do sobrenome materno. Quem desejar utilizar seu sobrenome materno por extenso, poderá incluir um hífen entre ambos os sobrenomes. Indique o nome da ou das seções, departamentos, serviços e instituições às que pertenceu cada autor durante a execução do trabalho; fonte de suporte financeiro, se houver, como subsídio para pesquisa (grants), equipamentos, drogas, ou todos eles. Toda ajuda financeira recebida deverá ser declarada, especificando se a organização que a forneceu teve ou não teve influência no desenho do estudo; na coleta, análise ou interpretação dos dados; na preparação, revisão ou aprovação do manuscrito (vide conflito de interesses no item 13). Indique com letras minúsculas em «superíndices» os autores que não são médicos e utilize aqueles superíndices para identificar seu título profissional ou sua condição de aluno de determinada escola universitária. De maneira isolada será informado o nome, endereço postal, endereço eletrônico e telefone do autor que será responsável pela correspondência relativa ao manuscrito e pelo contato com o comitê editorial. No rodapé daquela página deverá constar a contagem computacional de palavras, contadas do início da Introdução até o final da Discussão (estão excluídas para a contagem, a página inicial, o Resumo, os Agradecimentos, as Referências, Tabelas e Figuras).
5.
Segunda página – Deve incluir um resumo em espanhol de não mais de 250 palavras. O formato deve ser “estruturado”, incluindo explicitamente: introdução, método, resultados e conclusões. Não utilize abreviaturas não padronizadas. Os autores devem propor 3 a 10 palavras chave ou key words (em espanhol e inglês), que devem ser selecionadas da lista do Index Medicus (Medical Subjects Headings). Recomenda-se aos autores que forneçam sua própria tradução do título e do resumo para o inglês.
6.
Formato ético – Quando incluídas experimentações com seres humanos, esclarecer que os procedimentos respeitaram as normas éticas de acordo com a Declaração de Helsinki (1975), atualizadas em 2000, e anexar a aprovação do comitê de ética da instituição em que o estudo foi realizado. Quando da informação de experimentações com animais, os autores devem indicar explicitamente se foram respeitadas as guias institucionais e nacionais para o cuidado e uso de animais de laboratório.
7.
Formato de artigos e unidades de medida – Os autores não são obrigados a um formato uniforme, porém, nos artigos de observação e experimentais recomenda-se o emprego de seções que utilizem os seguintes cabeçalhos: introdução, métodos, resultados e discussão. Quando se tratar de trabalho de pesquisa, na seção método descreva: seleção dos sujeitos estudados: pacientes ou animais de experimentação, órgãos, tecidos, células, etc., e seus respectivos controles. Identifique os métodos, instrumentos ou aparelhos e procedimentos empregados, com a precisão adequada para permitir que outros observadores reproduzam seus resultados. No caso de terem sido empregados métodos bem estabelecidos e de uso freqüente (inclusive os estatísticos), limite-se a sua nomeação, citando as referências respectivas. No caso dos métodos terem sido publicados, mas ainda não são muito conhecidos, forneça as referências e acrescente breve descrição. Se forem novos ou foram aplicadas alterações a métodos já estabelecidos, descreva-as com precisão, justifique o seu emprego e enuncie suas limitações. Identifique os fármacos e compostos químicos utilizados, com seu nome genérico, suas dosagens e vias de administração. Identifique os pacientes através de números correlativos, mas não use suas iniciais nem os números de fichas clínicas de seu hospital. Indique sempre o número de pacientes ou de observações, os métodos estatísticos empregados e o nível de significação selecionado previamente para julgar os resultados. As medidas de longitude, altura, peso e volume deverão ser expressas em graus Celsius. A pressão sanguínea em milímetros de mercúrio. Com relação aos resultados: deverão ser apresentados de maneira clara e lógica, deixando a discussão para a seção correspondente. As conclusões devem estar relacionadas com os objetivos do estudo, evitando formular afirmações e conclusões que não se fundamentem nos resultados.
8.
Tabelas – As Tabelas são apresentadas em folhas separadas, indicando a posição aproximada que têm no texto, identificadas com números arábicos e texto em sua margem superior. Numere as Tabelas em ordem consecutiva e empregue um título que explique seu conteúdo sem necessidade de sua busca no texto manuscrito (Título da Tabela). Sobre cada coluna utilize um cabeçalho breve ou abreviado. Separe com linhas horizontais apenas os cabeçalhos das colunas e os títulos gerais. As colunas de dados devem estar separadas por espaços e não por linhas verticais. Quando notas esclarecedoras forem necessárias, deverão as mesmas ser acrescentadas no rodapé da Tabela. Utilize notas esclarecedoras para todas as abreviaturas não padronizadas. Cite cada Tabela em sua ordem consecutiva de menção no texto do trabalho.
9.
Figuras – Denominamos “Figura” a quaisquer ilustrações que não Tabela (Ex.: gráficos, radiografias, registro EEG e EMG, etc.). Os gráficos devem ser desenhados por profissional, ou utilizando um programa computacional adequado. Envie 3 reproduções fotográficas de cada Figura, em branco e preto, tamanho 9 x 12 cm. Os títulos e lendas não devem aparecer na fotografia, mas incluídos em folha separada, para sua composição na gráfica. No verso de cada fotografia deverão ser anotados, com lápis ou em uma etiqueta adesiva, o número da Figura, o nome do autor principal, e uma flecha indicando sua orientação espacial. Os símbolos, flechas ou letras utilizadas nas fotografias de preparações microscópicas, devem apresentar tamanhos e contraste suficiente para a diferenciação de seu entorno. Mencione cada Figura no texto, em ordem consecutiva. Se uma Figura reproduz material já publicado, indique sua fonte de origem e obtenha a autorização escrita do autor e do editor original para sua reprodução em seu trabalho. Envie as Figuras protegidas em um envelope grosso de tamanho apropriado. As fotografias de pacientes devem ocultar parte(s) de seu rosto para proteger sua identidade. As Figuras que mostrarem imagens (radiografias, histologia, etc.) deverão ser fornecidas em cópias fotográficas, não como fotocópias. Apresente os títulos e lendas das Figuras em página separada. Identifique e explique todo símbolo, flecha, número ou letra que tiver utilizado para indicar alguma parte das ilustrações. Na reprodução de preparações microscópicas, esclareça a ampliação e os métodos de tinção utilizados. A publicação de Figuras em cores deve ser analisada com a Revista, sendo seu custo estabelecido pelos impressores e financiado pelos autores.
10.
Referências – As referências bibliográficas devem se limitar aos trabalhos mencionados no texto, não superar as 40 (exceto os trabalhos de revisão em que o comitê editorial poderá aceitar até 80, se o considerar necessário), sendo numerados consecutivamente respeitando a ordem em que são mencionadas por primeira vez no texto. No texto, nos quadros e nos rodapés das epígrafes das ilustrações, as referências serão identificadas mediante números arábicos entre parênteses. As referências citadas apenas em quadros ou ilustrações serão numeradas conforme seqüência que será estabelecida pela primeira menção que se fizer no texto daquele quadro ou daquela figura em particular.
11.
Modalidades para citação – Detalhes de formatos e exemplos a respeito do modo correto de citar os diversos tipos de referências constam em “Requisitos uniformes para preparar os manuscritos enviados a revistas biomédicas”. http://www.icmje.org/
A seguir são ilustradas algumas das modalidades de uso mais freqüente:
I. Revistas
a. Artigo padrão
Formato: Autor(es), título do trabalho, nome da revista segundo abreviatura do Index Medicus, ano; volume: páginas inicial e final com números completos (resolvemos omitir o número, dentro do volume). Irão constar apenas os seis primeiros autores, se o número dos mesmos for superior a seis, devem ser nomeados os primeiros seis e acrescentar a expressão et al. em cursiva.
Brink G. Trastornos de la vigilia y el sueño. Rev Chil Neuro-Psiquiat 1965; 4: 14-21
Parkin DM, Clayton D, Black RJ, Masuyer E, Friedl HP, Ivanov E, et al. Childhood leukaemia in Europe after Chernobyl: 5 year follow-up. Br J Cancer 1996; 73: 1006-1012

b. Organização como autor
The Cardiac Society of Australia and New Zealand. Clinical exercise stress testing. Safety and performance guidelines. Med J Aust 1996; 164: 282-284

c. Volume com suplemento
Carvajal C. Trastorno por estrés postraumático: aspectos clínicos. Rev Chil Neuro-Psiquiat 2002; 40 Supl 2: 20-34

d. Numeração de páginas com números romanos
Fisher GA, Sikic BI. Drug resistance in clinical oncology and hematology. Introduction. Hematol Oncol Clin North Am 1995; 9:xi-xii
  II. Livros e monografias
Formato: autores, título do livro, cidade em que foi publicado, editorial e ano. Limite a pontuação a vírgulas que separem os autores entre si.

a. Autor(es) da obra em forma integral
Matte I. Estudios de psicología dinámica. Santiago de Chile: Ediciones de la Universidad de Chile, 1995

b. Editor(es) compilador(es) como autor(es)
Pumarino H, Pineda G, editores. Hipotálamo e Hipófisis. Santiago de Chile: Editorial Andrés Bello; 1980

c. Capítulo de livro
Phillips SJ, Whisnant JP. Hypertension and stroke. In: Laragh JH, Brenner BM, editors. Hypertension: pathophysiology, diagnosis, and management. 2nd ed. New York: Raven Press; 1995. p. 465-478
III. Outras fontes
a. Material audiovisual
HIV+/AIDS: the facts and the future [videocassette]. St. Louis (MO): Mosby-Year Book; 1995

b. Material eletrônico
Revista on-line
Tsui PT, Kwok ML, Yuen H, Lai ST. Severe acute respiratory syndrome: clinical outcome and prognostic correlates. Emerg Infect Dis [serial online] 2003 Sept [date cited]. Disponível em URL: http://www.cdc.gov/ncidod/EID/vol9no9/03-0362.htm
Documento em Website de organização
International Committee of Medical Journal Editors (ICMJE). Uniform Requirements for Manuscripts Submitted to Biomedical Journals. Updated October 2001. Disponível em URL:http://www.icmje.org/
12.
Agradecimentos – Exprima seus agradecimentos apenas às pessoas que fizeram contribuições significativas para seu trabalho.
13.
Documentos associados – Guia de exigências para os manuscritos, declaração de responsabilidade de autoria, transferência de direitos de autor e declaração de conflitos de interesses.

Os quatro documentos devem ser fornecidos junto com o manuscrito, qualquer seja sua natureza: artigo de pesquisa, caso clínico, artigo de revisão, carta ao editor, ou outra, entregando os dados solicitados e a identificação e assinaturas de todos os autores. Na Revista são publicados fac-símiles para este objetivo, podendo ser acrescentadas fotocópias se for necessário. Quando a revisão editorial exigir uma nova versão do trabalho, com mudanças substantivas, os Editores poderão solicitar aos autores renovarem a Declaração de responsabilidade de autoria. Para mais informação sobre o conceito de conflito de interesses, sugerimos consultar Rev Chil Neuro-Psiquiat 2004; 42: 7-36.

Guia de auto-avaliação de exigências para os manuscritos

Deverão ser aplicadas no recebimento do trabalho. No caso de que alguns de seus itens não sejam cumpridos, o artigo será devolvido ao autor para proceder às alterações pertinentes.

1.-
Este trabalho é original e inédito (salvo resumos de congressos) e não será enviado a outras revistas enquanto aguarda-se a decisão do Comitê Editorial desta Revista..
2.-
O texto está escrito em espaço duplo, tamanho carta, letra Times New Roman de 12 pontos.
3.-
Respeita-se o limite máximo de longitude de 12 páginas e de 15 para os trabalhos de revisão.
4.-
Tem título em espanhol e em inglês.
5.-
Tem um resumo “estruturado” em inglês e em espanhol, de não mais de 250 palavras, com palavras-chave e key words.
6.-
As citações bibliográficas não superam as 40 (80 se for uma revisão) e estão de acordo com o formato exigido pela revista. Cita-se por ordem de aparição no texto.
7.-
As tabelas e figuras estão em folhas separadas, as figuras têm identificação e marca de orientação no verso e leituras em folhas ad hoc, a qualidade é boa e permite a necessária redução na gráfica. São anexadas 3 vias de cada uma.
8.-
No caso de reprodução de tabelas ou figuras de outras publicações, adjunta-se a autorização escrita dos autores para sua reprodução.
9.-
Constam os números telefônicos, fax e correio eletrônico do autor.
10.-
As declarações de autoria e de transferência de direitos de autor são apresentadas integralmente.

Declaração da responsabilidade de autoria e transferência de direitos de autor

 

O documento abaixo deve ser preenchido por todos os autores de manuscritos. Se o espaço para as assinaturas de todos os autores for insuficiente, poderão ser acrescentadas fotocópias desta página.

TÍTULO DO MANUSCRITO:


DECLARAÇÃO: Certifico que eu contribuí diretamente para o conteúdo intelectual deste manuscrito, para sua gênese e análise de seus dados, portanto eu estou em condições de me responsabilizar publicamente por ele, aceitando que meu nome conste da lista de autores.

Na coluna “Códigos de Participação” eu anotei pessoalmente todas as letras de códigos que designam/ identificam minha participação neste trabalho, selecionadas da Tabela abaixo:

Códigos de Participação:


A
Concepção e desenho do trabalho
G
Contribuição de pacientes ou materiais de estudo
B
Coleta/ obtenção de resultados
H
Obtenção de financiamento
C
Análise e interpretação de dados
I
Assessoria estatística
D
Redação do manuscrito
J
Assessoria técnica ou administrativa
E
Revisão crítica do manuscrito
K
Outras contribuições (definir)
F
Aprovação de sua versão final

Os autores certificam que o artigo acima mencionado é trabalho original e não tem sido publicado, exceto em forma de resumo. Uma vez aceito para sua publicação na Revista Chilena de Neuropsiquiatria, os direitos de autor serão transferidos à mesma. Igualmente, declaram que não tem sido enviado de forma simultânea para sua possível publicação em outra revista. Os autores aceitam, se for o caso, que este artigo seja incluído nos meios eletrônicos que o Editor da Revista Chilena de Neuropsiquiatria considerar convenientes.

NOME E ASSINATURA DE CADA AUTOR, CÓDIGOS DE PARTICIPAÇÃO

Nome e Sobrenomes
Profissão
Código
Participação
Assinatura
























Data:

 

Declaração de Conflitos de Interesses

 
Cada um dos autores de artigos deverá preencher,
separadamente, esta declaração

Existe conflito de interesses quando interesses primários (tais como o bem-estar dos pacientes ou a validade de uma pesquisa científica) possam ser afetados por interesses secundários (tais como ganhos ou rivalidades pessoais).

O Comitê Editorial da Revista de Neuropsiquiatria considerou necessário solicitar aos autores que apresentarem trabalhos para sua publicação que informem através de uma declaração sobre os denominados conflitos de interesses. O objetivo é fornecer à equipe editora, revisor árbitro e leitor, os dados necessários para julgar apropriadamente um artigo apresentado para sua consideração.

Para mais informações sobre o conceito de conflito de interesses e o sentido da declaração solicitada, sugerimos consultar Rev Chil Neuro-Psiquiat 2004; 42: 7-36.

Por favor, responda as seguintes perguntas:

1.
Você aceitou a título pessoal alguns dos benefícios abaixo, de instituições que poderiam de alguma maneira se considerar afetadas monetariamente pelas conclusões de seu artigo?

Suporte econômico para assistir a um congresso ou atividade educativa

Pagamento por ministrar palestra

Fundos para pesquisa

Fundos para contratar alguns de seus colaboradores

Remuneração por consultoria

2.
Você já teve alguma relação trabalhista com alguma organização que poderia se ver beneficiada ou prejudicada economicamente em virtude da publicação de seu artigo (ou carta)?

Sim

Não

3.
Você possui ações ou outros interesses econômicos em alguma organização que poderia de alguma maneira se ver beneficiada ou prejudicada monetariamente em virtude da publicação de seu artigo
(ou carta)?

Sim

Não

4.
Você já atuou como parte em algum conflito legal, no assunto a que se refere sua publicação?

Sim

Não

5.
Você tem algum outro conflito de interesses que considere deve declarar?

Sim

Não

Em caso afirmativo, por favor, especifique o mesmo a seguir:

Se você já respondeu afirmativamente alguma das cinco perguntas acima, por favor, escreva uma breve declaração, que será publicada juntamente com seu artigo, no final do texto e antes das referências (espaço para agradecimentos). A seguir, fornecemos modelo de declaração:

Conflito de interesses: R X recebeu ajuda econômica do Laboratório XX para assistir a congressos da especialidade. Recebeu, também, remuneração por sua participação em atividades de educação e promoção organizadas pela mesma empresa.

Se nenhuma de suas respostas foi afirmativa, em seu artigo será publicado o parágrafo abaixo:

O autor não declarou possíveis conflitos de interesses
Os autores não declararam possíveis conflitos de interesses


A pesar de que este formulário está focado nos conflitos de interesses de tipo econômico, você pode declarar conflitos de qualquer outra natureza, que possa julgar necessário informar aos leitores.

Selecione uma das duas alternativas abaixo:

1.
Por favor, insira “nenhum conflito a declarar” na declaração de conflitos de interesses.
2.
Por favor, insira a seguinte declaração de conflitos de interesses:

 

 

 

 

 

 

 

Título do Artigo:

Nome do autor:

Assinatura:

Data:

Adaptado do formulário de declaração de conflitos de interesses adotado pelo British Medical Journal. Disponível em URL: http://bmj.bmjjournals.com/cgi/content/full/317/7154/291/DC1

 

Envio de manuscritos

Toda correspondencia editorial debe dirigirse a:

  • Dr. Luis Cartier Rovirosa
    Editor
    Carlos Silva V. #1300, Depto. 22, Plaza Las Lilas
    Casilla 251, Correo 35
    Providencia - Santiago
    Teléfono: (56-2) 2232 9347
    Fax: (56-2) 2231 9287
    E-mail: directorio@sonepsyn.cl
    Página Web: www.sonepsyn.cl

[Sobre esta revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


Sociedad de Neurología, Psiquiatría y Neurocirugía

Carlos Silva V. #1300, Depto. 22
Plaza Las Lilas, Providencia
Santiago - Chile
Tel.: (56-2) 2232 9347 - 2234 2460
Fax: (56-2) 2231 9287


directorio@sonepsyn.cl