ISSN 0719-0107 versão online
ISSN 0718-5391 versão impressa

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

Escopo e política

CARACTERÍSTICAS E OBJETIVOS. A Revista Clínica de Periodontia, Implantodontia e Reabilitação Oral (PIRO) é uma publicação científica sobre periodontia, osseointegração, reabilitação e especialidades diretamente relacionadas a estas.

PERIODICIDADE. A Revista Clínica de Periodontia, Implantodontia e Reabilitação Oral (PIRO), se publica quadrimestralmente, nos meses de abril – agosto – dezembro de cada ano.

CONVOCATORIA. Convida-se a todos os especialistas em Periodontia, Implantodontia, Reabilitação Oral e outras especialidades relacionadas, nacionais ou estrangeiras, a apresentarem trabalhos para serem publicados na PIRO, em suas três seções permanentes: Trabalhos de pesquisa, Relatos de casos Clínicos e Revisões Bibliográficas.

ORIGINALIDADE. Serão aceitos trabalhos originais e inéditos enviados pelos autores, nas especialidades de Periodontia, Implantodontia, Reabilitação Oral e nas diretamente relacionadas a estas. O envio de um original está relacionado a um compromisso por parte do autor de não submeter este simultaneamente a outras publicações periódicas.

COPYRIGHT. O envio do original se presume do fato que o autor cede a PIRO os direitos de reprodução uma vez aceita a sua publicação.

SELEÇÃO DOS TRABALHOS. Os estudos e ensaios serão revisados pelo Conselho de Redação e pelo Diretor da Revista. Posteriormente as pesquisas serão submetidas a um sistema de arbitragem, que se traduz na avaliação de dois árbitros externos, os quais relatam o ocorrido a uma Pauta que assegura a objetividade e o duplo anonimato na decisão. No caso de divergência entre os avaliadores, o trabalho ficará sujeito a una terceira avaliação. Para a designação dos árbitros se privilegiarão os acadêmicos com doutorado, nas respectivas especialidades, os quais serão os escolhidos de una lista que confeccionará cada ano os membros do Conselho Editorial e do Conselho de Redação. De acordo ao resultado dos avaliadores, a PIRO se reserva ao direito de aceitar ou rejeitar a publicação dos trabalhos recebidos, assim como de sugerir ao autor ou autores mudanças sem implicar uma alteração da idéia central do trabalho.

SEPARATAS. Os colaboradores cujos trabalhos forem aceitos e publicados em PIRO, receberão gratuitamente um exemplar que contenha seu trabalho.

Forma e prepação de manuscritos

A revista Clínica de Periodontia, Implantodontia e Reabilitação Oral (PIRO) publicará artigos tipo científico ou prático sobre periodontia, osseointegração, reabilitação e especialidades diretamente relacionadas. O Comitê Editorial seguirá estritamente as diretrizes definidas a seguir; os artigos que não estão dentro dos requisitos serão devolvidos para correção antes de considerar a publicação. 

Os artigos enviados à revista devem ser originais, inéditos e que não foram publicados ou apresentados para outra publicação, considerando o autor como o único responsável pelas afirmações defendidas.

TIPOS DE ARTIGOS

1. Artigos originais que oferecem novos dados clínicos ou pesquisa básica relacionados com a nova especialidade. Trabalhos adequadamente resumidos podem ser publicados com mais rapidez como comunicações curtas.

2. Artigos de revisão, envolvendo a atualização de um tema específico do ponto de vista crítico científico e objetivo. Normalmente, artigos de revisão serão solicitados pelo editor a pessoas especializadas na área de interesse. Eles não devem ultrapassar 5.000 palavras, 100 citações ou 6 tabelas ou figuras. É recomendado que os autores interessados ​​em ajudar com este parágrafo entrem em contato com o editor para verificar a adequação e originalidade do tema proposto.

3. Relatos de casos ou séries de casos clínicos. Poderão ser publicados relatos de casos clínicos pouco frequentes ou casos que fornecem novos conceitos terapêuticos. Deve conter a documentação clínica completa e iconografia completa pré e pós-operatória e de acompanhamento, assim como explicar de forma objetiva o tratamento realizado. O texto deve ser conciso, menos de 6 folhas, e de referências bibliográficas limitadas ao mínimo indispensável. Serão especialmente interessantes sequências fotográficas de tratamento multidisciplinar de casos complexos ou técnicas cirúrgicas. O editor irá orientar o autor sobre a seleção e a qualidade das fotografias.

4. Cartas ao editor, que tenham comentários ou críticas construtivas sobre artigos anteriormente publicados ou outros temas de interesse para o leitor. Devem ser concisos, com foco em um tema específico e ser assinado. Citações bibliográficas, se existirem, devem aparecer no texto entre parênteses. No caso que se transformem em comentários sobre um artigo publicado na revista, o autor terá oportunidade de responder.

AUTORES

Somente serão autores aqueles indivíduos que tenham contribuído significativamente para o desenvolvimento do artigo e, como tal, podem assumir responsabilidade pública pelo seu conteúdo. A contribuição significativa deve ser entendida quando atende às três condições especificadas a continuação: 1) participação no desenvolvimento do conceito e desenho do trabalho, ou análise e interpretação de dados; 2) contribuir na elaboração ou revisão crítica do artigo; 3) colaborar na supervisão final da versão a ser publicada.

A participação na aquisição de financiamento ou na coleta de dados não justifica autoria do trabalho, também não é suficiente a supervisão geral do grupo de pesquisa. O editor pode exigir aos autores que justifiquem a sua condição como tal. Na seção de agradecimentos se colocará as pessoas que tenham contribuído de alguma forma no trabalho e seus nomes serão enviados em uma página separada. Todos os autores devem assinar uma carta de aceitação que acompanha o artigo e também deve deixar por escrito que está de acordo com as regras de publicação da Revista Clínica de Periodontia, Implantodontia e Reabilitação Oral.

APRESENTAÇÃO E ESTRUTURA DOS TRABALHOS

Os manuscritos devem ser enviados através da plataforma online, existente no site da Revista Clínica de Periodontia, Implantodontia e Reabilitação Oral (www.revistapiro.cl), da Sociedade de Periodontia de Chile (www.spch.cl), Sociedade de Prótese e Reabilitação Oral de Chile (www.rehabilitacionoral.cl) e da Sociedade de Implantodontia Oral de Chile (www.sioch.cl).

A revista segue as normas de publicações de Vancouver. O estilo e a estrutura recomendada estão detalhados no: Comitê Internacional de Editores de Revistas Médicas. Requisitos uniformes para manuscritos submetidos a revistas médicas. Med Clin (Bar) 1991, 97: 181-186.

Conflito de interesses e formas de divulgação financeira devem ser comunicados por cada autor.

Formato: Os artigos originais devem ter mais de 4.000 palavras (excluindo resumo, referências e legendas das figuras). A lista de referências não deve exceder 50 referências, e a combinação do número de figuras e tabelas deve ser seis ou menos. As figuras tipo painéis múltiplos serão aceitas.

Os artigos originais devem seguir a seguinte estrutura:

A primeira página deve conter: 1) o título do artigo e um subtítulo não superior a 40 letras e espaços, em castelhano e Inglês; 2) o nome e os sobrenomes do autor ou autores, com o (s) grau (s) acadêmico (s) mais alto (s) e afiliação com uma instituição; 3) o nome do departamento (s) e instituição (ões) responsáveis; 4) o nome do autor responsável pela correspondência sobre o manuscrito; e 5) a (s) fonte (s) de apoio sob a forma de subvenções, equipamentos ou medicamentos.

RESUMO: Uma página independente deve conter os sobrenomes dos autores, seguidos das iniciais, o título do artigo e o nome da Revista Clinica de Periodontia, Implantodontia e Reabilitação Oral, um resumo estruturado do conteúdo, não superior a 250 palavras e a lista de palavras-chave em castelhano. A página seguinte deve incluir o resumo e palavras-chave em Inglês

INTRODUÇÃO: deve incluir os fundamentos e o propósito do estudo, usando referências bibliográficas estritamente necessárias. Não realize uma revisão exaustiva, nem inclua dados ou conclusões do trabalho publicado.

MATERIAIS E MÉTODOS (Pacientes e métodos em estudos em seres humanos): será apresentado com a precisão que é conveniente para o leitor entender e confirmar o desenvolvimento da pesquisa.

Métodos publicados anteriormente como índices ou técnicas devem ser descritos brevemente e com as respectivas citações apropriadas, exceto quando tenham realizado alterações. Os métodos estatísticos utilizados devem ser adequadamente descritos, para que o leitor tenha possibilidade de verificar os resultados e realize uma análise crítica. Na medida do possível, as variáveis ​​escolhidas devem ser quantitativas, testes de significância deve apresentar o grau de significância e se indicado a intensidade da relação observada e as estimações de percentagens serão acompanhadas por seu intervalo de confiança correspondente. Devem ser especificados os critérios de seleção dos indivíduos, randomização, os sistemas duplo-cegos utilizados, complicações dos tratamentos e tamanhos da mostra.

Nos ensaios clínicos e estudos longitudinais, os indivíduos que abandonam os estudos devem ser registrados e relatados. Deve ser especificado o software utilizado e a definição dos termos estatísticos, as abreviaturas e símbolos utilizados.

Ensaios clínicos com seres humanos e animais: nos artigos sobre ensaios clínicos em humanos e animais experimentais deverá ser confirmado que o protocolo foi aprovado pelos Ensaios Clínicos e Centro de Experimentação Animal, e que o estudo seguiu os princípios da Declaração de Helsinki de 1975, revisada em 1983.

RESULTADOS: aparecerão em uma sequência lógica no texto, tabelas ou figuras, não devendo ser repetido nelas os mesmos dados. Deve procurar realçar observações importantes.

DISCUSSÃO: resumirá os resultados, relacionando as próprias observações com a de outros estudos relevantes e apontando as contribuições e as limitações uns dos outros. Da discussão serão tiradas as conclusões adequadas, evitando fazer afirmações gratuitas escrupulosamente e conclusões não completamente apoiadas pelos dados da pesquisa.

AGRADECIMENTO E CONFLITOS DE INTERESSES: Os agradecimentos estão localizados no final da discussão, e podem ser realizados a pessoas que contribuíram para a pesquisa ou na preparação do manuscrito, em um nível que não se classificou para a autoria. Isso pode incluir assistência técnica ou a participação num estudo clínico. Os autores são responsáveis ​​pela obtenção de uma autorização escrita das pessoas mencionadas. Os agradecimentos também devem incluir uma declaração que incorpora a fonte de financiamento para o estudo, e define as relações comerciais de cada autor.

CONFLITO DE INTERESSES

Para efeitos de transparência e permitir que os leitores possam formar sua própria avaliação dos possíveis desvios que podem ter influenciado nos resultados das pesquisas, a Revista Clínica de Periodontia, Implantodontia e Reabilitação Oral agora exige que todos os autores declararem possíveis interesses contrapostos em relação a trabalhos aceitos para publicação.

Os conflitos de interesses são definidos como aquelas influências que potencialmente podem comprometer a objetividade ou a integridade da pesquisa, ou criar uma percepção de conflito de interesses.

Os autores deverão apresentar:

1) Uma declaração no manuscrito, depois do Agradecimento, que inclui a fonte de todo o financiamento para o estudo, e define as relações comerciais de cada autor. Se um autor não tem nenhuma relação comercial a declarar, deve ser incluída uma declaração para este efeito. Esta declaração deve incluir relações financeiras que possam representar um conflito de interesses ou conflitos de interesses. Estes podem incluir apoio financeiro à pesquisa (salários, equipamentos, materiais, reembolso de viagens), ou uso previsto por qualquer organização que pode ganhar ou perder financeiramente através da publicação do documento, e interesses financeiros pessoais, tais como ações ou a propriedade de empresas afetadas pela publicação da pesquisa, as patentes ou pedidos de patentes, cujo valor pode ser afetado por esta publicação, e taxas ou royalties por parte de organizações que podem se beneficiar ou perder como resultado da publicação. Um exemplo é mostrado a continuação.

Exemplo de Conflito da declaração de Interesse: O estudo foi apoiado por uma concessão da Corporação Acme implante, Seul, Coréia. Os Drs. Capaz, Kim, e Bruce relataram não ter nenhuma vinculação financeira com relação a qualquer dos produtos envolvidos neste estudo.

O Dr. Lee é membro do conselho científico para a Corporação Acme implante e dá palestras patrocinadas pela empresa.  O Dr. Smith é consultor e sócio da Corporação implante Brownstone, Boston, MA. Dr. Wang está contratado em tempo integral como diretor técnico da Corporação Acme implante.

BIBLIOGRAFIA: as citações bibliográficas, as mínimas necessárias, devem ser numeradas correlativamente na ordem em que aparecem no texto. Tabelas e legendas de figuras devem ser identificadas por números arábicos entre parênteses. Aquelas referências mais importantes para o trabalho em andamento deverão ir comentadas, com o máximo de 5 linhas. Recomenda-se seguir o estilo dos exemplos abaixo, que é baseado no Index Medicus. Manuscritos aceitados, mas não publicados podem ser incluídos na lista de referências bibliográficas, colocando (no prelo) depois do nome abreviado da revista. Artigos não aceitados podem ainda ser citados no texto, mas não na bibliografia. Deverão ser utilizados os nomes abreviados das revistas de acordo com a List of the Journals Indexed, publicada anualmente na edição de janeiro do Index Medicus. É aconselhável evitar o uso de resumos como referências bibliográficas, e é proibido o uso de "observações não publicadas" e "comunicações pessoais". Devem ser mencionado todos os autores se são menos de seis, ou os três primeiros e et al., quando são sete ou mais.

Exemplos:

1. Artigos em uma revista: Zabalegui J, Gil JA, Zabalegui B. Magnetic resonance imaging as an adjunctive diagnostic aid in patient selection for endosseous implants: preliminary study, Int J Oral Maxillofac Implants 1990; 3: 283-287.

Quando o autor é uma sociedade ou corporação:

FDI / OMS. Padrões mutáveis de saúde bucal e as implicações para recursos humanos dentários: Primeira parte. Relatório de um grupo de trabalho formado pela Federação Dentária Internacional e Organização Mundial de Saúde. Arch Odontoestomatol 1986; 2:23-40

2. Livros ou monografias:

Autor principal:

Doménech JM, Riba MD. Una síntesis de los métodos estadísticos bivariantes. Barcelona: Herder, 1987.

Capítulo de um livro:

Barmes A. Prevalence of periodontal disease. En: Frandsen A, editor. Public Health Aspects of Periodontal Disease. Chicago: Quintessence Books, 1984: 21-32.

3. Publicação de una entidade ou corporação:

Instituto Nacional de Estadística. Censo de la población de 1981. Resultados por Comunidades Autónomas. Madrid: INE, Artes Gráficas, 1986.

4. Tese Doutoral ou Tese de Licenciatura: López Bermejo MA. Estudio y evaluación de la salud bucodentania de la comunidad de la Universidad Complutense. Tesis Doctoral. Universidad Complutense de Madrid, Facultad de Medicina. Madrid, 1988.

TABELAS: devem ser apresentadas em folhas separadas, numeradas na ordem de aparição no texto com números arábicos. São usadas ​​para esclarecer pontos importantes, não aceitando a documentação dupla na forma de tabelas e figuras. A sua localização aproximada no texto pode ser indicada por uma nota marginal entre parêntesis. Os títulos ou rodapés que acompanham as tabelas devem explicar totalmente o conteúdo da mesma.

FIGURAS: Serão consideradas figuras todo tipo de fotografias, gráficos ou desenhos, deverão clarificar significativamente o texto e a sua quantidade estará reduzida ao mínimo necessário. Será atribuído um número arábico, na ordem de aparecimento no texto e devem estar citados em rodapé ou legenda de cada uma. Estes podem vir dentro de um arquivo de texto ou separadamente, em ambas as situações em alta resolução.

ABREVIATURAS E UNIDADES DE MEDIDA: Apenas abreviaturas padrão, universalmente aceitas, devem ser usadas; ver Units, Symbols and Abbreviations. The Royal Society of Medicine, London. Ao considerar encurtar um termo freqüentemente usado no texto, a abreviação correspondente, entre parênteses, deve acompanhar a primeira aparição do mesmo no texto. Os dentes deverão ser numerados de acordo com o sistema da FDI: Two digit system. Int Dent J 1971; 21: 104-106 e implantes seguindo a mesma metodologia, ou seja, citando o número correspondente ao dente da posição que ocupam, e adicionando uma "i" minúscula (ex.: um implante na posição do dente 13 será 13i). Números romanos não serão utilizados no texto. Os nomes comerciais não podem ser utilizados, exceto quando necessários, e neste caso na primeira vez que eles são utilizados devem ser acompanhados pelo símbolo ®. Deve ser utilizado o sistema métrico decimal para todas as medidas de comprimento, altura, peso e volume. A temperatura será medida em graus Celsius, e pressão arterial em milímetros de mercúrio. Para valores hematológicos e bioquímicos se utilizará o sistema métrico é usado de acordo com o International System of Units.

Comunicações Breves: serão aceitas para publicação rápida. O seu tamanho será limitado a uma página impressa da revista. Não será necessário utilizar a estrutura descrita, deverão ter um resumo e as referências bibliográficas serão mínimas.

PROCEDIMENTOS DE REVISÃO E PUBLICAÇÃO

Na Revista Clínica de Periodontia, Implantodontia e Reabilitação Oral, os artigos serão enviados a, pelo menos, dois membros do Conselho Editorial e / ou revisores externos relacionados. Os autores receberão comentários, anonimamente dos avaliadores, e deve, se necessário, fazer correções apropriadas. A revisão será realizada em um período de não mais que 4 meses, a partir da data de recebimento do manuscrito pela comissão editorial, sendo o tempo médio de publicação de seis meses a contar da data de aceitação.

Todos os trabalhos aceitos para publicação passam a ser propriedade da Revista Clínica de Periodontia, Implantodontia e Reabilitação Oral.

O primeiro autor do trabalho receberá as provas para correção, que devem ser realizadas em um prazo máximo de 48 horas. Apenas pequenas correções podem ser feitas sobre o conteúdo do manuscrito original.

AUTORIZAÇÕES EXPRESSAS DOS AUTORES

Os autores que enviem seus artigos à revista para publicação autorizam expressamente a que se tomem as seguintes medidas:

1. Reproduzir o artigo nos sites das sociedades editoras da publicação, bem como publicar este em suportes de informática de qualquer tipo.

2. Publicar o artigo em outros idiomas, tanto na Revista Clínica de Periodontia, Implantodontia e Reabilitação Oral, como nos sites das sociedades editoras, para isto será necessário um consentimento prévio do autor com a tradução realizada.

Formato para envio de manuscritos:

Certifique-se de colocar o gênero e espécie do organismo e da revista na seção de referência em itálico.

A Revista Clínica de Periodontia, Implantodontia e Reabilitação Oral não coloca em itálico os termos comuns latinos, como in vitro, in vivo, e.g., o i.e.

Formato: os manuscritos devem ser enviados em Microsoft Word, as margens devem ser de pelo menos 2 cm., nas margens superior, inferior, esquerda e direita. Também deve incluir o número da linha. Os materiais devem aparecer na seguinte ordem:

Capa, resumo ou introdução e palavras-chaves, texto, notas de rodapé, agradecimentos, referências, legendas de figuras, tabelas.

As figuras não devem ser incorporadas ao manuscrito. Os autores devem ter uma cópia do manuscrito para seus registros.

Figuras: Uso de figuras tridimensionais não é aconselhável. Os desenhos complexos serão devolvidos para ser simplificado antes da publicação.

Especificações de arquivos digitais:

Resolução Line art 1000 dpi (fonte e linhas), all color images and b/w combination halftones (imagens e fontes) 600 dpi, b/w halftones (tons de cinza sem fontes) 300 dpi

Formato: enviar as figuras separadamente e também enviar um pdf com todas as figuras

Cor: não deve vir em RGB

Fonte: Helvética, Times New Roman, Symbol, Mathematical PI, European PI. Todas as outras fontes serão substituídas.

Outros: enviar um pdf com todas as figuras, certificando que o pdf e as versões digitais enviadas sejam idênticos.

No artigo em si, as fontes podem ser utilizadas são: Arial, Courier, Times ou Times New Roman.

Envio manuscritos

CORRESPONDENCIA ACADÊMICA. Os trabalhos acadêmicos devem ser enviados via portal web em: www.spch.cl/?page_id=89 ou em formato eletrônico anexado ao seguinte correio eletrônico: revistaclinicapiro@gmail.com

[Sobre esta revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


Sociedad de Periodoncia de Chile,
Sociedad de Implantología Oral de Chile y
Sociedad de Prótesis y Rehabilitación Oral de Chile

Av. Santa María #1990
Providencia - Santiago
Tel.: (56-02)
2978 1845


piro@revistapiro.cl