ISSN 0718-9303 versão online
ISSN 0067-9674 versão impressa

INSTRUÇÕES AOS AUTORES

Escopo e política

O Boletín de Filología da Universidade de Chile é uma publicação do Departamento de Linguística dependente da Facutad de Filosofia e Humanidades da referida instituição. A Faculdade de Filosofia e Humanidades foi fundada em 14 de Novembro de 1842. Desde sua fundação em 1934 pelo Dr. Rodolfo Oroz, a revista tem publicado principalmente artigos, notas e resenhas relativas a problemas diversos de linguística e filologia hispânicas. Igualmente, ainda que em menor escala, têm sido publicados estudos sobre folclore, literatura (principalmente espanhola e hispanoamericana) e estilística. O objetivo do Boletín de Filología é a difusão de artigos científicos originais de linguística e filologia hispânica, românica ou linguística em geral, proporcionando, dessa maneira, o intercâmbio acadêmico nas áreas do conhecimento mencionadas. O Boletín de Filología está direcionado aos estudiosos da língua espanhola assim como ao público interessado nos problemas de linguística e filologia em geral. As funções dos membros do Conselho Científico Auxiliar consistem em apoiar o Comitê Editorial e a Direção do Boletín de Filología nas decisões relacionadas com o cumprimento de seu perfil e dos objetivos que a publicação definiu, difundir o trabalho da revista no ambiente acadêmico internacional e, por último, se pronunciar, se o Comitê o considerar oportuno, sobre a qualidade dos trabalhos submetidos.

O processo de arbitragem duplo cego implica a avaliação por parte de, pelo menos, dois especialistas, os quais têm um prazo de um mês para informar sobre a qualidade do trabalho em consideração. Uma vez cumprido o dito prazo, o Comitê Editorial comunica a possibilidade de publicação a seus autores. Os avaliadores de cada trabalho devem ser especialistas na área externa ao Comitê Editorial e à instituição editora da revista. Os aspectos considerados na avaliação dos artigos são: 1) relevância do tema abordado, 2) originalidade perspectiva utilizada, 3) atualização e consistência do marco conceitual, 4) adequação da metodología, 5) clareza na apresentação dos resultados e 6) redação e aspectos formais.

A periodicidade do Boletín de Filología é semestral (junho e dezembro). O prazo para receber as colaborações para o primeiro tomo de cada ano vence no dia 31 de março e para o segundo no dia 31 de agosto.

Os autores receberão de forma gratuita 20 separatas do seu artigo e um exemplar do Boletim.

Forma e prepação de manuscritos

Normas editoriais

1.
O Boletín de filología publica apenas trabalhos originais (inéditos) escritos preferencialmente em espanhol, mas também publica trabalhos em Inglês, Francês e Português.
2.
Toda colaboração deve ser remetida em duas cópias, acompanhadas de suporte eletrônico, legível mediante processador de textos Word (97 ou superior).
3.
Os textos devem ser digitados em Times New Roman, tamanho 12, espaço 1,5, margem justificada, tamanho carta.
4.
O trabalho deve especificar com clareza seu título e o nome do(s) autor(es), instituição de filiação e endereço, telefone e correio eletrônico.
5.
Podem ser enviadas colaborações a três seções habituais do Boletín de Filología: Artigos, Notas e Resenhas bibliográficas. Ocasionalmente, poderá incluir outra seção para a publicação de materiais de interesse científico relacionado com a temática da revista.
6.
O texto de um Artigo – e apenas nesse caso – deve vir precedido de um breve resumo, de aproximadamente meia página de extensão, com versão em espanhol e em inglês. Deverão indicar entre três e seis palavras chave do trabalho, em espanhol e inglês.
7.
A extensão dos trabalhos não deve ultrapassar as 30 páginas, no caso dos Artigos (incluindo notas e referências bibliográficas), 10 páginas para as Notas e 5 páginas para as Resenhas bibliográficas.
8.
O trabalho deve estar claramente dividido em seções e em subseções (se for necessário) tituladas adequadamente.
9.
As palavras ou frases que queiram destacar serão digitadas em cursiva e nos termos técnicos, indicados entre aspas. Tal recurso se deve empregar, toda vez que um signo seja citado no texto metalingüisticamente.
10.
As citações textuais devem estar entre aspas no corpo do trabalho, no caso de ultrapasar as três linhas. Se ultrapassarem, deverão aparecer em parágrafo à parte. Seguindo a citação textual, deverão apresentar, entre parêntesis, o sobrenome do autor, ano de publicação e, depois de dois pontos, número(s) de página(s) correspondente(s). Poderá fazer-se o mesmo com citações indiretas e indicações. Se o autor é citado por seu sobrenome em alguma oração do artigo, a indicação se limitará a anexar o ano de publicação e a página correspondente.
11.
Citações e notas de pé de página (com numeração correlativa). As citações incluídas no texto, devem ser indicadas entre parêntesis. As aspas finais e as de pé de página devem vir antes da pontuação.
12.
As referências bibliográficas de todo o texto devem estar organizadas da seguinte forma:
a)
Nome do autor, começando pelo sobrenome, seguido da(s) inicial(is) do nome(s). No caso de vários autores, esta ordem será invertida a partir do segundo nome do autor.
b)
Ano de publicação. No caso de se citarem vários trabalhos de um mesmo autor publicados no mesmo ano, devem-se distinguir com letras minúsculas depois do número do ano (sem mediar espaços e vírgula).
c)
Título da publicação. Os títulos de publicações autónomas (livros, revistas) devem estar escritos em cursiva; os títulos das publicações dependentes (artigos e capítulos de livros), em caracteres normais.
d)
Lugar da publicação.
e)
Editora.
13.
No caso de uma referência a um artigo, a seguir ao título deve constar o nome do volume e número a que este corresponde e, como última informação, a numeração da primeira e última páginas, separadas por travessão.
14.
Todos os trabalhos citados no texto devem ser incluídos na seção referências de acordo com as normas exemplificadas em seguida:
Livro:
 
Lavandera, Beatriz. 1984. Variación y significado. Buenos Aires: Hachette.
Colaboração em volume coletivo:
 
Frago Gracia, Juan Antonio. 1995. La lengua de los castellano-leoneses emigrados a Indias. En César Hernández Alonso (coord.). La lengua española y su expansión en la época del tratado de Tordesillas, pp. 79-97. Salamanca: Junta de Castilla y León.
A outra possibilidade é a seguinte:
 
Martín Zorraquino, María y José Portolés. 1999. Los marcadores del discurso. En Ignacio Bosque y Violeta Demonte (eds.), pp. 4051-4207.
 
Além disso, nesse caso deverá ser incluída a referência bibliográfica completa do volume coletivo, que no exemplo anterior corresponderia a:
 
Ignacio Bosque y Violeta Demonte (eds.). 1999. Gramática descriptiva de la lengua española. Madrid: Espasa Calpe.
Artigo:
 
Serrano, María José. 1995. Sobre un cambio sintáctico en el español canario: del indicativo al subjuntivo y condicional. Hispania 78: 894-905.
Tesis:
 
González, Marina. 2002. Retórica y estilo en la Relación Autobiográfica de Úrsula Suárez (religiosa clarisa chilena 1666 a 1749). Tesis para optar al grado de Doctora en Filosofía con mención en Lingüística Hispánica, Universidad de Chile.
Palestra:
 
Rojas Mayer, Elena. 2001. La norma hispánica: prejuicios y actitudes de los argentinos en el siglo XX. Ponencia presentada en el II Congreso Internacional de la Lengua Española “El español en la Sociedad de la Información”, Valladolid, España.
Documento eletrônico:
 
Contreras, Constantino. 1999. El castellano hablado por mapuches: rasgos del nivel morfosintáctico. Estudios filológicos 34: 83-98 [en línea]. Disponible en http://www.scielo.cl/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-17131999003400007&lng=es&nrm=iso [Consulta 01/08/2006].
15.
A seção Referências bibliográficas deve incluir apenas os trabalhos citados no texto.
16.
Por razões editoriais, os autores deverão saber que não será possível efetuar mudanças posteriores à entrega dos trabalhos.
17.
17. No caso de qualquer dúvida sobre as normas, entrar em contato com o Secretario de Redação do Boletim de Filologia. Correio eletrônico:boletindefilologia@gmail.com

Envio manuscritos

Os trabalhos devem ser enviados ao Secretario de Redação do Boletín de filología, Departamento de Lingüística, Faculdad de Filosofía e Humanidades, Universidad de Chile, Av. Ignacio Carrera Pinto 1025, Ñuñoa, Santiago, Chile. Correio eletrônico:boletindefilologia@gmail.com

[Sobre esta revista] [Corpo editorial] [Assinaturas]


Universidad de Chile
Facultad de Filosofía y Humanidades
Departamento de Lingüística

Av. Capitán Ignacio Carrera Pinto #1025, Tercer Piso, Ñuñoa
Casilla 73
Santiago - Chile
Tel.: (56-2) 2978 7027
Fax: (56-2) 2978 7184


boletindefilologia@gmail.com